5 thoughts on “Uma Boneca de Sal (Parte I)

  1. Gostei.Muito! Os teus textos vão-me ajudando a conhecer a minha filha. O que vem provar que ,realmente,santos da casa não fazem milagres…:-)
    Beijo grande.

  2. Tanto lembro que foi por isso mesmo que coloquei essa ressalva…ehehe. Hmmm, obrigado? ah ah. Foi e é um prazer e uma honra ter-te na minha vida meu amori <3

  3. Bonito texto! Gostei! E até me fizeste rir, quando disseste que “é preciso ter sorte com o psicólogo que escolhemos”… lembraste da minha? Que adormecia durante as sessões enquanto eu partilhava os meus mais profundos problemas e dores, na fase mais conturbada e desesperante da minha vida? Já para não falar que a Sra. (de uma idade já bastante avançada) era tudo menos imparcial e “não julgadora”. Enfim, foi azar mesmo. Tenho pena de não ter encontrado um profissional mais competente e que pelo menos não adormecesse entre as minhas palavras e lágrimas de dor. LOLOLOLOL. Valeu-me uma grande amiga minha, que me aturou inúmeras “sessões” e me ajudou mais do que ninguém a ultrapassar o momento mais negro de toda a minha vida. Tu sabes quem é… A essa excelente psicóloga o meu eterno “obrigada”!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *